5 filmes sobre Maternidade

Eu gosto muito de assistir filmes, mas confesso que gostaria de ter visto muito mais durante a minha gravidez, a preguiça atrapalhou um pouco meus planos, mas outro dia zapeando pelos canais de tv, eu revi um filme que eu gosto muito que aborda o tema de uma maneira muito peculiar, por isso resolvi fazer essa lista.

5. Plano B

PLANO B

O filme que eu “revi” esses dias e que me deu a ideia para este post, foi Plano B, um filme que eu particularmente gosto muito e que conta a história de uma mulher que decide que finalmente chegou a sua hora de ser mãe e para realizar seu sonho ela recorre a inseminação artificial, mas no dia em que seu teste de gravidez dá positivo, ela conhece o homem da sua vida. O filme relata bem as inseguranças e loucuras de uma mãe solteira e como pode ser difícil iniciar em um relacionamento quando sua prioridade são seus filhos.

4. O que esperar quando você está esperando

oqueesperarposter

Esse é um filme bem louco e divertido que relata a maternidade de vários pontos de vistas. O filme foi adaptado para as telonas em 2012 e foi baseado no livro homônimo das autoras Sharon Mazel, Heidi Murkoff, Arlene Eisenberg. O filme mostra 6 casais que passarão pelas maravilhas e loucuras da gravidez até o parto. Ele mostra também que uma gravidez é completamente diferente da outra, desde a menina que engravida ao reencontrar o ex namorado até a mulher de um cara velho que passa tranquilamente por uma gravidez de gêmeos – para o terror de suas amigas. O filme é super descontraído e tem o Rodrigo Santoro no elenco, que já faz valer a pena! – risos.

3. Juntos pelo acaso

juntos_pelo_acaso_2

Eu gosto especialmente desse filme, por que ele fala de uma maternidade que não fora de jeito algum planejada. Ele relata a história de uma “Mãe de amor” e o que seria isso? Katherine Heigl interpreta uma mulher bem sucedida na carreira e que não planeja ser mãe nem tão cedo, ela se contenta em direcionar todo o seu amor para sua querida afilhada Sophie, mas quando ela e Eric, um promissor coordenador de esportes viram a única família da pequena Sophie, eles precisam entrar em um acordo sobre como será essa relação e como eles cuidarão da menina, tentando equilibrar ambições profissionais, com o árduo trabalho de serem pais.

Eu acho esse filme bem bonito, porque ele mostra a importância dos padrinhos na vida de uma criança, por isso esse é um cargo que deve ser preenchido por pessoas de confiança e valores. Apesar de não estarem prontos, Holly e Eric assumem a responsabilidade de cuidar da menina apesar também de suas evidentes diferenças, o que torna o filme ainda mais tocante. Mostra também que o amor de uma mãe não se resume apenas a laços de sangue, amor de mãe é e sempre será incondicional.

2. Uma prova de amor

tumblr_ll5t4p6hB81qdb9fko1_500

Quando eu assisti esse filme a primeira vez, achei que desidrataria de tanto chorar. É um filme muito marcante que também foi baseado em um livro. O livro foi lançado aqui no Brasil pela editora Verus com o nome “A guardiã da minha irmã” e foi escrito por Jodi Piccoult. Ele conta a história de um amor maternal que não prevê limites para salvar sua filha e nessa luta, Sara (Cameron Diaz) está disposta a fazer qualquer coisa para manter sua filha mais velha viva, pelo tempo que for. Anna, a irmã mais nova de Kate não está doente, mas parecia. Desde pequena, a jovem Anna foi submetida a inúmeras consultas médicas, cirurgias e transfusões para manter sua irmã Kate viva, mas conforme está crescendo Anna começa a questionar o porquê dela ser submetida a tantos procedimentos médicos. É uma história de cortar o coração.

1. Juno

film-juno-2007-juno_macguff-ellen_page-tops-striped_maternity_shirt

É engraçado falar desse filme, por que quando o assisti a primeira vez, foi em uma aula de teatro no colégio, eu era muito novinha e eu me lembro perfeitamente do dia em que assisti e como ele me atingiu com um soco no estômago. O filme que conta a história de uma garota adolescente que engravida do melhor amigo sem planejar, marcou a minha vida para sempre não só pelo fato de a menina ser tão novinha, mas pelas escolhas que ela fez. Para mim seria impensável, mas foi a partir desse filme que eu comecei a avaliar criteriosamente e até a respeitar mais escolhas alheias, mesmo que elas fossem contra a tudo aquilo que eu acreditava. Juno é muito mais do que uma história sobre gravidez na adolescência, mas também é uma história de reconhecimento, de identidade e o começo da queda de um grande tabu.

Os filmes citados acima, foram todos assistidos inúmeras vezes por mim, são filmes que eu gosto muito e que recomendo para todo mundo. E também, são filmes que relatam não apenas a maternidade, mas outros assuntos também como paternidade, comprometimento, amizade, irmandade, amor incondicional, adoção e até aborto. São filmes que trazem consigo grandes lições de vida e que valem a pena serem assistidos pelo menos uma vez.

Gostaram da nossa lista? Acrescentaria mais algum? Mande pra gente suas sugestões e compartilhe em suas redes sociais.

Organizando as finanças

Todo mundo precisa ter um plano financeiro estável, para eventuais emergências. Mas nem todo mundo consegue se organizar para que seja possível dormir tranquilo. No entanto, nunca é tarde para começar e com um pouquinho de determinação você verá que é possível ter minutos de descanso.large

Para começar a se organizar, é preciso que você tenha consciência da sua real situação financeira. Não adianta se iludir e fazer planos com o que não se tem. Quando falamos de dinheiro precisamos manter os pés no chão e a cabeça no lugar, para não darmos um tiro no nosso próprio pé.

Se organizar financeiramente é muito fácil teoricamente, mas quando partimos para prática, as coisas complicam um pouco. Confiram a seguir, algumas dicas que podem te ajudar a sair do vermelho e até relaxar.

  1. Seja realista

Como eu já falei lá em cima, não adianta ter um milhão de planos, se você não tem um real no bolso. Por isso é importante que você seja realista e mantenha a calma para não enfiar os pés pelas mãos. E aí sim, estará pronto para o segundo passo.

  1. Avalie criteriosamente sua situação financeira e anote tudo

Puxe extratos da sua conta, pegue um caderno e/ou planilha e comece a anotar quanto de dinheiro entra por mês e quanto você gasta. Organize suas dívidas também, se for usar uma planilha, separe uma aba exclusiva para suas dívidas e coloque lá informações como: Nome da empresa que você está devendo, data da dívida, valor e taxa de juros. Essas são algumas informações iniciais que você precisa para começar a se organizar.

  1. Defina um objetivo

Muitos especialistas dizem que para começar a se organizar financeiramente é fundamental que você tenha um objetivo muito bem definido. Você deseja juntar dinheiro para o futuro? Fazer uma viagem, ou quitar uma dívida? Defina seu objetivo e foque nele, tente incluí-lo em seu orçamento mensal aos poucos para realiza-lo a curto, médio ou a longo prazo.

  1. Guarde dinheiro em casa

Não precisa ser uma quantia altíssima, mas guarde o suficiente para eventuais emergências, como por exemplo, caso alguém passe mal, tenha o dinheiro do táxi na carteira, ou separe uma grana para colocar créditos no telefone. Nunca sabemos o que pode e quando pode acontecer, por isso é importante estarmos preparados a todo o momento.

  1. Abra uma poupança

Abrir uma conta poupança é muito mais fácil do que se imaginar, basta você se encaminhar em uma agência bancária de sua preferência munido de documento de identificação com foto (RG), cpf e um comprovante de residência (água ou luz), fale com o gerente e pronto! Algumas agências bancárias não obrigam o cliente a já depositar determinadas quantias na poupança, mas só a iniciativa de abrir uma poupança já é um grande passo, quando seu cartão poupança chegar, você ficará todo orgulhoso e logo vai querer depositar rios de dinheiro só para ostentar uma poupança gordona por aí! – risos.

Eu confesso que sou muito indisciplinada com a minha vida financeira, mas terei uma filha dentro de dois meses e preciso começar a me organizar para a chegada da princesa. Essas são algumas dicas que estou pessoalmente seguindo. É como se fossem metas e espero que possa ajudar vocês também.

Caso queira nos enviar outras sugestões, entre em contato através do email: docevidainfinita@gmail.com.

Gostou das nossas dicas? Compartilhe em suas redes sociais…

Beijos!

Camila Leite

#Desafioprimeira Abril

Março finalmente chegou ao fim, pelo menos é o que parece – risos – espero que esse dia passe bem rapidinho – por que o mês parece que durou mais que um ano. E com o mês chegando ao fim, vim mostrar para vocês a lista do #DesafioAbril. Estou bem animada e confesso que alguns temas desses desafios são bem difícies para mim, mas não custa tentar né, depois que eu pegar o jeito tentarei postar todos os dias.

desafioprimeira-Abril-2

UPDATE*: Este é um desafio fotográfico que já está no ar há mais de um ano e que consiste em tirar uma foto por dia, com um tema pré-estipulado e divulgado. Qualquer um pode participar do desafio, em qualquer rede social e é muito fácil para participar. Aqui nesse link, você pode verificar todas as regrinhas e ainda se inscrever no desafio.

E vocês, estão participando de algum desafio? Conta pra gente!