Como cuidar dos cabelos durante a gravidez

Quando eu engravidei, além de todas as inúmeras questões que me preocupavam, o meu cabelo estava quase no TOP 5. Vocês podem achar futilidade, mas eu engravidei pouco tempo depois de aplicar uma nova progressiva. Primeiro fiquei morrendo de medo de isso afetar na saúde do bebê e depois que alguns exames me “relaxaram” minha preocupação seria sobre a estética mesmo.

Volto a repetir que muitos acham futilidade, mas durante a gravidez nossos hormônios perdem a sanidade. O que significa que nos tornamos muito instáveis. Isso pode ser muito perigoso em muitos casos, levando até a depressão. A verdade é que passamos por mudanças muito significativas. Desde a nossa aparência, até o nosso consciente e tem gente que infelizmente não aguenta o tranco. Por isso que é importante a grávida tentar manter a autoestima em nível elevadíssimo, porque nunca se sabe quando ela acordará 8 ou 80.

DSCN0245

Em média, as mulheres perdem 100 fios de cabelos por dia, (quando se está lavando ou escovando, por exemplo) e com isso um novo fio nasce no lugar. Como na gravidez os níveis do hormônio estrogênio aumentam, a fase de crescimento dos fios se prolonga, sendo assim, o cabelo cai bem menos, levando as mechas a ficarem mais volumosas. Mas é claro que cada mulher é de um jeito e há a possibilidade dessa mudança não ser percebida, ou o efeito ser contrário.

O que pode? Vs. O que não pode?

Esse é um assunto muito polêmico, já li relatos sobre mulheres que continuaram fazendo procedimentos químicos no cabelo, no final da gravidez e as crianças nasceram saudáveis. Mas o que se recomenda?

TINTURA:

Ainda não há pesquisas sólidas sobre esse assunto durante a gravidez, se as tinturas para o cabelo são prejudiciais ou não para o bebê. Por via das dúvidas, o que se recomenda é que se espere o máximo de tempo para voltar a pintar os cabelos. O ideal é que se espere passar pelo menos os primeiros três meses, que é a fase de maior formação de tecidos e órgãos fetais. Se puder, espere até a 20° semana. É o mais recomendado. De todo modo, há outras opções para quem não está aguentando os cabelos brancos. Utilizar-se de métodos alternativos, como os tonalizantes (que possuem curta duração), luzes e reflexos – que por serem procedimentos que quase não tocam o couro cabeludo, podem ser utilizados com maior segurança na segunda metade da gravidez. A hena também pode ser utilizada, mas é preciso tomar algumas precauções, como por exemplo, verificar se ela não está misturada com outros produtos químicos. Leia o rótulo.

ALISAMENTO:

Assim como as tinturas, não temos informações concretas sobre o procedimento durante a gravidez. Inicialmente, a escova progressiva não afeta o bebê, mas como recomendado sempre, o ideal é que se espere passar o primeiro trimestre da gestação. Esses tipos de procedimentos geralmente possuem em sua composição, doses variadas de formol, substância apontada como cancerígena pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). As escovas alternativas, como as de chocolate e/ou frutas não fogem à regra. O formol só é permitido na cosmética agindo como conservante, ou seja, a concentração dele precisa ser inferior a 0,2%, a qual não tem poder alisante.

Alguns especialistas acreditam que a quantidade de produto absorvida pelo corpo é pequena demais para se algo preocupante, mas como os produtos são aplicados a partir do couro cabeludo é preciso se manter atenta.

Antes de qualquer coisa, a escolha do salão é fundamental para não afetar a sua gestação, procure locais bem ventilados para que você não absorva resíduos dos outros produtos químicos. Na aplicação caseira de tinturas é preciso ler o rótulo atentamente para maior duração do produto, com maior segurança também. Nunca deixe de utilizar luvas e lavar bem o cabelo depois. Quem trabalha em salão e está grávida precisa tomar certo cuidado, utilizando-se de máscaras especiais e luvas ao manusear os produtos.

CASO você não se sinta segura para fazer nenhum desses procedimentos, – como eu não me senti. Existem outras opções que também funcionam na hora de elevar a autoestima.

ESCOVA E PRANCHA

Você pode se utilizar deste método, desde só para “baixar a raiz” até para facilitar o seu dia a dia. Para as mulheres que trabalham fora, precisam aproveitar ainda mais cada folguinha de sono, então se você já quer acordar pronta, esse é um método infalível.

No meu caso, como meu cabelo é crespo e eu não gosto muito de salões, a partir do quinto mês ficou bem difícil fazer escova em casa. Mesmo comprando um secador e uma prancha potentes (TAIF) eu acabei desanimando de escovar os cabelos e só o pranchava em ocasiões especiais. Aliás, a prancha da TAIF é ótima, super potente, fiquei muito contente com os resultados adquiridos.

TRANÇAS

Você pode usar e abusar das tranças, na internet é fácil de achar tutoriais incríveis de como trançar os cabelos. O bom é que mantém o cabelo sempre no lugar e aplicando um anti frizz indicado para seus cabelos, pode aumentar a duração do penteado.

Eu passei o carnaval inteiro de trança, trancei todo o cabelo e foi maravilhoso, acordar e não me preocupar em pentear o cabelo. Desfiz apenas para lavar e logo em seguida as refiz. (Em casa também).

CORTES

Se você não quer se preocupar muito com o cabelo, procure um profissional para dar um corte bem moderno nele. Apesar de não ser muito indicado na gravidez, porque ficamos frágeis e uma mudança radical no visual pode abalar completamente nossas estruturas. Com você o efeito pode ser contrário e dar um BIG UP na sua autoestima.

APLICAÇÕES

Agora se você cansou de todas as outras opções, como eu! – risos. Você pode radicalizar e mudar completamente seu visual com aplicações. Existe uma infinidade de possibilidades, desde tranças de cabelo sintético a dreadlocks, você pode escolher o aplique do tamanho e cor que sempre quis ter. E ainda vai te dar uma folga na hora da lavagem e do penteado, como muitos apliques não necessitam da utilização de condicionadores e cremes para pentear, você pode juntar o útil ao agradável e economizar TEMPO e DINHEIRO.

CASO seu cabelo não te incomode, continue sendo feliz do jeito que está. Estas são algumas opções para as mulheres que como eu, não veem saída por utilizar produtos químicos durante muito tempo. O choque emocional causado pela volta do seu cabelo natural pode ser muito intenso e talvez você não consiga reverter a situação. Portanto, descobriu que está grávida, pense logo em como se sente esteticamente sobre isso e o que fará a respeito. Isso te poupará dos fatídicos dias de BAD HAIR DAY e te deixará focar em situações mais urgentes, como sua saúde e a saúde do bebê.

Anúncios

Um comentário sobre “Como cuidar dos cabelos durante a gravidez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s