Loucas para Casar

Nossa, faz muito tempo que eu não escrevo e parece extremamente difícil retomar este hábito. O que era fácil antes, como escrever minha opinião sobre filmes, se tornou um bicho de sete cabeças. Mas tudo é uma questão de tempo e de costume não é? Então vamos ao que interessa.

loucas-pra-casar

Minha irmã estava doida para ver este filme e eu estava super relutante – tanto que ganhei convite para assistir no cinema, mas nem me dei ao trabalho de ir. Quando decidimos finalmente assistir, o filme já havia saído do foco das redes sociais e confesso que estava pronta para dormir, sem saber absolutamente nada sobre o filme, embarcamos nessa aventura e confesso que foi uma grata surpresa.

Eu não gosto muito da Tata Werneck como atriz, a adorava no Quinta Categoria, mas gosto dela só nesses casos – em programas de improviso. Então a minha primeira surpresa foi perceber que ela havia se livrado, mesmo que um pouco, daquele irritante “tic” do antigo programa de improviso. E após muito lutar contra o sono, o filme me convenceu.

O filme que conta a história de três mulheres, Maria (Tatá Werneck) a fanática religiosa, Lúcia (Suzana Pires), a dançarina da boate e a corretora de imóveis Malu (Ingrid Guimarães), que próximo do dia de seus casamentos descobrem que estão namorando o mesmo homem é surpreendente e reveladora. Confesso que me surpreendi pela nova temática abordada e pela falta de “pornografias” – ou pelo menos pela diminuição delas, apesar dos pesares, é um filme que vale a reflexão sobre perfeccionismo e sobre como as mulheres são vistas e lidam perante a pressão da sociedade para que coloquem uma aliança no dedo anelar da mão esquerda!

Em pleno 2015, com o feminismo eclodindo por todos os cantos é realmente desafiador um filme que aborde o tema de maneira tão ousada. Pois ao mesmo tempo em que vemos uma mulher que mesmo após ser tão magoada, não perdeu seu “sonho” de se casar de véu e grinalda – o que não é vergonha para ninguém. Vemos também o quanto esse “sonho” pode se tornar um pesadelo. O filme pode ser considerado um tanto quanto machista, quando questões como: “amor próprio” e “aceitação” são postas de lados, pelo amor ao outro, mas com um desfecho surpreendente ele nos faz pensar sobre até onde somos capazes de ir para realizarmos nossos sonhos e até onde nossas fixações em realizar estes sonhos nos deixam cegos.

Apesar de não ser um filme fantástico, é um filme diferente do que estamos acostumados a ver no âmbito nacional. Com tiradas engraçadíssimas, é uma boa distração para um domingo à tarde.

“Loucas para casar” segue uma linha parecida com “Mulheres ao Ataque”, um filme estadunidense lançado em 2014 com Cameron Diaz no elenco e que conta a história de uma mulher que descobre que seu namorado é casado e decide procurar a mulher do moçoilo para poderem se vingar, o que ela não esperava era descobrir que o rapaz tivesse ainda uma terceira pessoa.

Confira o trailer de “Loucas para Casar”.

Anúncios

3 comentários sobre “Loucas para Casar

  1. Eu havia visto sobre este filme e fiquei com vontade de vê-lo, pelo fato de gostar da atuação da Ingrid. Não tive a oportunidade ainda mais pela falta de tempo mesmo. Entretanto, nem todos os filmes brasileiros humorísticos (que por sinal, estão em alta e bem investidos ultimamente, parece que não existe outros gêneros) são bons. Mas acho que este eu veria sim.
    Sucesso!

    sessentaenovecontossecretos.blogspot.com
    [+++++18]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s